Nenhum nível de retidão moral e devoção corrente nas ovelhas será capaz de afastar o lobo.
O rebanho pode se sentir bem e honrado por um tempo ... até ser devorado, um a um.
Não pergunte: "Onde está o nosso Pastor?".
Ele é quem pergunta: "Vocês ainda não se uniram em meu Nome em torno do fogo eterno?

Missão

Mais do que ser um exemplo moral para o mundo - missão justa para todos os povos - é a luta contra o Relativismo Moral e a Idolatria do Mal. Este é o degrau mais elevado da escada de Jacob para o cumprimento da Aliança Eterna dos judeus.

JCA foi criado para divulgar a missiva do Povo Escolhido através de sua missão testada no Sinai para afirmar a Moral Universal e a santidade da vida humana contra a antítese do Relativismo Moral e de seus derivados. Estes escravizarão a humanidade sob o terrível lema em que o fim supostamente santifica os meios. O Relativismo Moral atingiu seu ápice na teoria da Super Raça e agora no Super Jihad - uma nova idolatria totalitária contra o Islão, baseado no terror e no sacrifício de sangue humano.

O convite é para o povo judeu e amigos de Israel para se unirem na luta contra (1) esta nova ameaça à humanidade e contra (2) as distorções antissemitas do povo eleito.

O artigo seminal a esse respeito - Deus e a Shoah - foi publicado pela primeira vez em abril de 2010.

O próximo artigo - Povo Escolhido contra o Antissemitismo - demonstra a tese de forma sublime.

Nossos objetivos:

  • Afirmar o significado primordial para o povo escolhido - excepcionalidade, não superioridade.
  • Restaurar o sentido de missão na busca da unicidade e unidade perdida por muitos devido ao Holocausto (Shoah).
  • Sensibilizar os judeus que se sentem envergonhados em fazer parte dos escolhidos ou da escolha.
  • Reforçar a afirmação cristã da Aliança judaica eterna paralela a sua.
  • Ajudar aos  muçulmanos divulgar as referências do Corão relativas ao Sinai, a لاھيثق aliança eterna com os Filhos de Israel بني إسرائيل e seu retorno à Terra.
    Para então,
  • Unir e mobilizar judeus, cristãos e muçulmanos contra a moderna idolatria sanguinária que se manifesta na reencarnação do mal a exemplo do Super Jihad, como falsificação do Islão.

 

 

Presidente Fundador

Aaron Braunstein é aposentado do Corpo Diplomatico dos EUA e reside em Jerusalém. Nasceu nos EUA, graduado pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Universidade de Paris e Universidade Johns Hopkins, Baltimore. Durante seus 30 anos de carreira no Serviço Exterior, atuou 13 anos em países muçulmanos e hoje é editor sênior de textos em Inglês para o Yad Vashem.

Read more...